24 de dez de 2016



Por ROBERTO VIEIRA

A I Guerra Mundial matava nas trincheiras.

O futebol era uma lembrança doce e cruel.

Dois escoceses criaram a firma Dick, Kerr and Co. Ltda.

Firma que trabalhava com trens e acabou se tornando fábrica de munição durante a guerra.

Não havia muita gente do sexo masculino pra trabalhar nas fábricas.

E as mulheres saíram de suas casas para trabalhar nas fábricas no esforço de guerra.

Para aliviar a barra das mulheres?

Esportes eram oferecidos.

O principal esporte era o futebol.

Quase todas as fábricas inglesas tinham time de futebol feminino.

Mas o timaço jogava em Preston, Lancashire.

Eram as garotas da Kerr - ou Kerr Ladies.

O mais famoso time da história do futebol feminino - antes do Radar, diriam os cariocas.

A estréia ocorreu a 99 anos.

25 de dezembro de 1917.

Dez mil torcedores aglomerados nas arquibancadas geladas

600 libras de lucro para o esforço de Guerra.

Eram as primeiras mulheres a jogar de calções.

As primeiras mulheres a jogarem uma partida internacional - contra as francesas.

Retornaram invictas da França.

Deixando 70 mil franceses de queixo caído.

As primeiras mulheres a disputarem um jogo noturno - iluminado por dois aviões da Real Força Aérea Britânica.

Winston Churchill deu uma mãozinha.

As primeiras mulheres a disputarem um jogo diante de 50 mil torcedores - vitória de 4 x 0 sobre as Garotas de Santa Helena.

O estádio foi o Goodison Park.

Mas a história não tem final feliz.

O machismo da época era feroz mesmo na Inglaterra.

E o futebol oficialmente foi banido pela Football Association.

As meninas insistiram e continuaram jogando.

Clandestinas.

Derrotaram homens numa excursão aos Estados Unidos.

Derrotaram homens porque não lhes foi permitido jogar contra times femininos.

Foram marcando gols e vencendo adversárias na calada da noite da história.

E, veja só Pelé!

Lily Parr que jogou na equipe entre 1920 e 1951 - uma Stanley Matthews de batom.

Marcou mil gols antes do Rei...



















0 comentários:

Postar um comentário

Comentários