11 de nov de 2016




Roberto Vieira

O homem olha para o estúdio.
Ele está só.
O homem mais solitário do planeta.
Lá fora, os fãs exigem novos sons e novas ideias.
Mas já não existe Paul.
Já não existe George.
Ele estava andando pela rua quando de repente.
Se viu perdido em Abbey Road.
Onde está o caminho que o leve de volta?
Onde Lionel foi parar?
E os seus amigos?
Iniesta, Piquet, Guardiola, Suarez?
Dispersos pelo mundo.
Eles não se encontram mais pra cantar as velhas canções.
Canções e gols que disparavam nossos corações.
Por um instante, um sorriso.
O cabeludo cheio de anéis senta na bateria.
Mas não é Ringo, nem Neymar.
E o homem se olha no espelho do espelho de si mesmo.
Existe algum de nós?
Que não conhece a dor?
De se sentir sozinho, perdido em Abbey Road?

·         * E viva o 14 Bis, o Clube da Esquina, os Beatles, Messi e o Mineirão!


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários