26 de nov de 2016



  ROBERTO VIEIRA

Fidel Castro se foi. Tudo que os EUA não conseguiram fazer durante décadas - assassina-lo - o tempo se encarregou de fazer homeopaticamente.

Sobre Castro, alguns dirão que foi herói e outros vilão. Mas a verdade nua e crua, e triste também, é que Castro cumpriu o ritual terceiro-mundista em grande estilo. Revolucionário de primeira hora, criador de expurgos na segunda, ditador na terceira e mausoléu de pijama na derradeira. Sua coragem na Sierra Maestra adquire os mesmos tons latinos nas masmorras de presos políticos de Havana.

Como ele só acreditou no céu nos tempos de escola católica, deve ter ido para algum paraíso de Esquerda... ou quem sabe exista um paraíso para ditadores de Esquerda e Direita - todos juntos. Um lugar onde todos eles vão para nunca mais voltar!

Que bom!


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários