16 de out de 2016






A mesma cobrança de falta pela direita.

Valdomiro em 1975.

Marco Antonio em 2016.

41 anos distantes e tão próximas.

A bola descreve um arco sobre as defesas.

Milhares de zagueiros saltam.

1975.

Don Elías Figueroa sobe mais alto que os Andes - mesmo nos Pampas.

Cabeceia firme.

Raul Plassman fica observando a história caindo em suas redes.

O Internacional encontra seu destino em uma tarde impossível de Porto Alegre.

Quando o Cruzeiro podia ter modificado a história.

2016.

Don Igor Rabello sobre mais alto que os Andes em Pernambuco.

Cabeceia firme.

Éverson fica observando a história balançando suas redes.

Don Igor Rabello sai correndo como Elías Figueroa.

Comandante supremo de uma equipe cuja bravura é gol e destino.

Os dois estádios se pintaram de vermelho e branco.

Porque para grandes zagueiros.

A defesa também é o melhor ataque!!!!




3 comentários:

  1. A ARENA itaipava , afastou o alvirrubro , vendeu ilusoes , distanciou o clube , perigosamente da sua identidade . GRACAS A deus e ao destino , o contrato foi quebrado . Abriu-se a perspectiva de um possivel renascimento e reaproximacao do tempo perdido. O DESTINO cuidou dessa parte , da nova HISTORIA. No divisor de aguas entre a luta pra nao cair da ERA gallo e a POSSIBILIDADE de resgatar o tempo perdido , coloca o VELHO GIVA , como protagonista dessa FENIX ALVIRRUBRA.O jogo contra o CEARA , marca o reencontro do NAUTICO com a sua FABULOSA TORCIDA ,COM A NOVA GERACAO DE ALVIRRUBROS , representada pelas criancas e adolescentes presentes, com a VITORIA , sem DESISTIR JAMAIS , Com a demonstracao da nossa grandeza , em jogo com transmissao aberta para todo BRASIL. CABE A TODOS NOS, COMO NA TOCHA OLIMPICA DAS OLIMPIADAS , NUNCA MAIS DEIXAR A CHAMA DA NOSSA IDENTIDADE APAGAR. E PEGANDO UM CARONA EM SLOGAN DE UMA RECENTE CAMPANHA ELEITORAL.............E DAQUI PRA MELHOR!!!!!!!REMOS AO ALTO E VIVA O CLUBE NAUTICO CAPIBARIBE.....que sabado passado , vestiu PERNAMBUCO DE VERMELHO E BRANCO E FEZ CHORAR , MILHOES DE CORACOES , DEVOLVENDO A EMOCAO NAS SETE LETRAS MAGICAS , E DAS CORES DE MUITA LUTA E MUITA PAZ. RAPHAEL GAZZANEO ..17.10.2016

    ResponderExcluir
  2. um abraco ...Roberto Vieira......gazzaneo

    ResponderExcluir
  3. Gilvannewton Souza18 de outubro de 2016 07:50

    Só tenho aqui para postar, por isto desculpem se o assunto não tem a ver com a postagem. Respeitando a memória do nosso grande Mestre Carlos Celso Cordeiro, uma coisa vem me incomodando desde sábado passado. A diretoria fez uma homenagem aos 150 jogos do grande goleiro Rodolpho, só que analisando os livros do Mestre CCC e atualizando com os dados que eu mesmo passei a coletar desde 1999, chegamos a 84 jogos (89 se considerarmos 5 jogos pela Copa Pernambuco de 2003, que o Mestre não considerava (lembram da polêmica com Kuki ?)). No FACE perguntei ao próprio Rodolpho se o número levava em consideração jogos dos aspirantes ou mesmo dos juniores e ele respondeu que não, só levava em conta os jogos nos profissionais. Não querendo ser chato, nem longe de mim querendo diminuir a importância do Rodolpho, profissional dedicado às cores alvirrubras, mas apenas querendo ser fidedigno com os números e, como falei no início, em respeito à obra do Mestre Carlos Celso, seria bom a diretoria explicar tal número.

    ResponderExcluir

Comentários