18 de mai de 2016




Terminado o jogo, duas constatações.

Quase todo jogo do Náutico é digno de final de Libertadores.

Emociona - não exatamente no melhor sentido - até o fim.

E muitos dos problemas cardíacos de Muricy devem ter se originado nas emoções dos Aflitos.

Muricy que oi novamente internado com arritmia.

Foi uma partida confusa esta contra o Vila Nova.

A vitória contra o Tigrão veio como sempre.

Desde 2010 só dá resultado positivo.

Gol teve pra todo lado - como sempre também.

Mas a possibilidade de goleada foi bombardeada por 3 razões.

Não temos um matador que liquide a fatura - nossos artilheiros são zagueiros.

Bergson entrou querendo matar a saudade da bola - e quase matou dois adversários.

Por último?

Gallo foi testando as mudanças em pleno jogo de campeonato.

O time que já jogava na ligação direta... desandou.

Mas os meninos novos são bons.

O gol de falta de Muller foi digno de Rivelino.

Gallo?

É o melhor técnico da Série B.

Se alguém conseguir lhe entregar dois atacantes e ALGUM MEIA.

O time sobe.

Porque Vilas, Londrinas, Bragantinos estão se arrastando pelo Hades.

Pedindo pra alguém botar um dracma nas pálpebras e fechar o caixão...



3 comentários:

  1. Assino embaixo.

    ResponderExcluir
  2. Idem tbm. Agora, não só um atacante matador, mas um solidário tbm. Pq o Roni teve 3 chances de passar a bola para jogadores q estavam sem marcação e resolveu chutar (se é q aquilo foi chute).

    ResponderExcluir

Comentários