29 de mar de 2016



Com Neymar.

Sem Neymar.

Em Assunção, Maracanã ou Rio Bonito.

O Brasil é favorito.

Claro que eles se retroalimentam do século XIX.

Das mentiras lendárias e do Chiavenatto.

Claro que perderam metade do território para o Brasil.

Claro que a guerra é sempre lamentável.

Mas o simpático povo guarani já faz demais no futebol.

Ganhar do Brasil sempre será zebra.

Com Romerito ou sem Romerito.

Com Benítez em 1949.

Ou sem Benítez que brilhou no Náutico.

Com Solich ou sem Solich.

Ainda mais que hoje jogamos reforçados da ausência de David Luiz.

David que virou Continental.

Preferencia nacional...


Um comentário:

  1. Antonio (meio subversivo...hehehe)29 de março de 2016 19:55

    Caros amigos,

    daqui a pouco...

    não torcerei contra...

    e nem a favor...

    só assistirei...

    aliás... próximo jogo só no 2º semestre...

    então... talvez... quem sabe... pode ser... não seria ruim...

    é... é... uma vitória da zebra paraguaia (vamos dar um crédito ao querido poeta)...

    é... é... seria interessante... pois assim, o Dunga seria substituído pelo Tite...

    ou será que voltaríamos ao final dos anos 70... quando o melhor técnico do país, o Rubens Minelli, bicampeão com o Inter e campeão com o São Paulo foi preterido pelo Coutinho para a Copa de 78?

    pensando bem... acho que vou dar uma risadinha nos gols paraguaios...

    e deixo bem claro... não tem nada a ser contra o governo... nem preciso mais disso... a PRESiDENTA (e sempre achei isso ridículo) já morreu... morreu...

    eu quero é o FORA Dunga...

    pelo FORA Dunga talvez até assista na Globo pois o Esporte Interativo AINDA não comprou os jogos da seleçãozinha...

    hehehe...

    ResponderExcluir

Comentários