22 de mar de 2016



Esperar lógica de políticos?

Difícil.

Enxergar lógica no futebol?

Raro.

Mas o Corinthians vai longe demais nessa salada.

Nos anos 70, o Timão vivia um jejum.

Timão que sonhava em ter o time do Palmeiras e o estádio do São Paulo.

E lá se foi o Timão abraçar o general Ernesto Geisel.

Geisel que doou um terreno ao Timão para o estádio de 200 mil pessoas.

Sentadas.

Coisa que nunca existiu.

Quarenta anos depois.

O Timão abraçou o presidente Lula.

Ganhou de presente uma ARENA.

Deu até emprego pra filho de Lula.

Beleza.

Como retribuição?

Faixas, faixas e mais faixas para o presidente arquiteto.

Desse jeito?

O Corinthians pode até virar um Real Madrid de Franco.

Ou um Estrela Bucareste de Ceausescu...


2 comentários:

  1. Antonio (e que o Santos jogue 1/3 das suas partidas no maravilhoso Pacaembu...)22 de março de 2016 13:46

    Amigo Roberto,

    e se pensarmos que o Corinthians SEMPRE teve um estádio para jogar...

    sim... o Pacaembu sempre foi o estádio corintiano...

    assim como em Pernambuco, não havia a menor necessidade do Itaquerão... o Morumbi estava lá e com pequenos ajustes dava muito bem pra ser o estádio da Copa...

    ai, ai, ai... querido Brasil... quantas casas, escolas, hospitais poderíamos ter...

    as mudanças serão bem vindas...

    1 abraço a todos.

    ResponderExcluir
  2. Antonio (à espera de melhores locutores no Esporte Interativo...)22 de março de 2016 20:37

    Querido amigo poeta Roberto,

    e o Náutico... o que está a ocorrer que ainda não assinou com o Esporte Interativo?

    acabei de ler que o Coritiba acabou de assinar.

    será que as condições da TV fechada da Globo vão segurá-lo por lá?

    1 abraço.

    ResponderExcluir

Comentários