13 de dez de 2015



Por EDGAR MATTOS

Amigos: nosso clube, hoje, viveu um dos maiores momentos da sua História ! Chapas antagonistas convivendo civilizadamente em nossa sede social. Todos entoando juntos o nosso grito de guerra. Todos cantando juntos o nosso hino. E depois, uma vitória por apenas 10 votos de diferença a demonstrar um salutar equilíbrio de forças, sem espaço para a soberba e a prepotência das hegemonias esmagadoras. 
Proclamado os resultados, o belo e simbólico gesto do novo presidente, conclamando seus correligionários a se despirem da camisa identificadora da chapa Náutico de Todos. E, em contrapartida, a dignidade do candidato derrotado, aceitando a mão estendida da conciliação e, igualmente, fazendo seus liderados se despirem da camisa do Vermelho de Luta.
A partir de hoje, um Náutico sem partidos - essa foi a proposta. E o melhor, uma eleição sem vencedores e sem derrotados ( até pelo fato de uma chapa haver ganho o Executivo e outra o Deliberativo). Acima de tudo, espero, uma eleição sem sequelas. Que os novos dirigentes continuem a professar essa lição de Democracia desse dia inesquecível. Harmonia, Organização e Trabalho é a síntese do desafio a ser cumprido. O sucesso virá por acréscimo, certamente.


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários