31 de jan de 2017





Janeiro de 2001.

Tudo estava perdido, mas levei meu primeiro filho ao estádio.

Amistoso.

O primeiro jogo do século que se anunciava negro nos Aflitos.

Deu Náutico.

Deu Cúqui.

Fiquei surpreso.

No jogo seguinte, contra o Vitória.

O Náutico saiu atrás.

E Cúqui virou o jogo com dois gols de raça.

No segundo?

Foi expulso pelo árbitro Wilson de Souza.

Bem, o resto faz parte da história.

Cúqui virou KUKI.

Ídolo de toda uma geração de torcedores.

Tricampeão estadual.

Três vezes artilheiro do nosso futebol.

Se é verdade que os dirigentes da época mudaram a cara do clube.

Não é menos verdade que sem KUKI.

A canoa teria virado antes de chegar lá.




4 comentários:

  1. Esse amistoso foi contra a Cabense, 14/01/2001, também tive o privilégio de estar lá, 3x1 Timba.

    ResponderExcluir
  2. Tomara, Mestre, que 2014 seja igual a 2001. Naquela oportunidade tínhamos apenas 9 jogadores no elenco, tínhamos um Presidente incompetente que foi "saído" do clube. Quem sabe as coisas não se repitam.

    ResponderExcluir
  3. Por falar nisto, na Chapa Alvirrubros de Coração temos juntos Fred Oliveira e André Campos, o tempo passa e as coisas mudam.... pra pior....

    ResponderExcluir
  4. Para votar em certas candidaturas é preciso que se seja Alvirrubro de (bom) Estômago ...

    ResponderExcluir

Comentários