24 de jul de 2016



O Brasil era Rio-São Paulo.

Até que em 1966.

Cruzeiro e Náutico beliscaram a Taça Brasil.

O primeiro aviso veio no Pacaembu.

O Náutico metendo 5 x 3 no Santos.

O segundo aviso?

Veio nas Alterosas.

O Cruzeiro metendo 6 x 2 no alvinegro santista.

Dois jogos.

Gilmar levando onze gols.

E a história do futebol brasileiro começava a mudar.

Por muito pouco.

Náutico e Cruzeiro não fizeram a final da Taça Brasil 66.

O Cruzeiro foi em frente.

Conseguiu virar contra o Santos em São Paulo - coisa que o Náutico não foi capaz.

Mas em 1967.

O Náutico encontraria os mineiros numa melhor de três.

E acabou desclassificando Tostão e cia.

Provando que 1966 poderia ter sido bem diferente.

Mas esta é uma história que já foi escrita e reescrita.

História que mora na saudade, nos campos e em um certo livro...




0 comentários:

Postar um comentário

Comentários