31 de jan de 2016





Bem, sejamos sinceros... ninguém poderia imaginar.

Aeroporto dos Guararapes.

O repórter Aramis Trindade foi bater um papo com o 'cobra'.

Dezesseis improváveis anos.

Chegado de Bauru para o bicampeão paulista.

Ganhando nove mil reais - usando o conversor de moedas do Estadão.

Em pouco tempo - já ganhava quarenta mil reais.

Vieram dois jogos contra a Argentina em julho de 1957.

Dois gols.

Os argentinos se deslumbram.

Querem levar o garoto.

O Santos diz não.

E três meses depois, o futuro Rei está em Recife.

Faz dois jogos.

Dois empates com Sport e Náutico.

Não marca nenhum gol.

Teve torcedor que saiu se rindo.

Cobra igual a essa tem por aqui 'às tuia'!


Um comentário:

Comentários