7 de dez de 2015



Acordei no domingo e abri o Jornal do Commercio.

Despi minha opinião pessoal e fui ler o que diziam os candidatos alvirrubros.

Quem sabe me surpreenderia?

Comecei por Evaldson Edno Rosendo de Melo.

Mais conhecido por Edno Melo.

Edno que prega uma volta aos Aflitos - custando um milhão de reais que não temos.

Esquecendo a grana mensal da ARENA que precisamos.

Bem, mas Edno prega um CT de primeiro mundo.

CT que diziam ser de primeiro mundo, mas onde faltou até o mais elementar dos prazeres da carne: comida.

OK... mas Edno afirma que não tem nada a ver com o MTA.

MTA que se ocultou nas eleições pois sabia que o índice de reprovação da torcida é imenso.

Pouco depois, Edno diz que o vice-presidente do Náutico está em sua companhia.

Assim como o seu vice-presidente é do... MTA.

Confesso que não entendi.

Lendo tudo e pensando com meus botões.

Acho que o MTA deveria colocar sua gestão nas eleições.

Como fez em 2013.

Seria uma atitude muito boa para o clube e para a torcida debaterem o que foi feito em 2014/2015.

Mas o MTA chega na eleição meio que camuflado na candidatura de Edno Melo.

O que me deixou perguntando aos meus botões:

Em quem Edno Melo votou nas eleições de 2011 e 2013?



2 comentários:

  1. Excelente texto, Roberto. Traduz fielmente tudo o que penso. Edno Melo é um poço de contradições e uma grande interrogação como gestor, além de ainda não ter demonstrado amor ao Náutico, tanto que patrocinou o clube rival (Santa Cruz), ajudando-o no acesso à Série A, enquanto já não patrocinava o Náutico.
    Em nome da transparência, gostaria de saber os valores desses patrocínios.
    Quanto à pergunta, Roberto, relativa ao voto do sócio Evaldson Edno Rosendo de Melo nas 2 últimas eleições do Náutico, posso assegurar que ele não votou em ninguém. Mas não foi pelo fato de não ter preferência por algum candidato e, sim, por se encontrar inadimplente com suas mensalidades. Tanto em 2011 quanto em 2013, seu nome não constava na lista dos Sócios Aptos a Votar, lamentavelmente.

    ResponderExcluir

Comentários