21 de fev de 2015




Futebol é assim.

Basta reler o post após o triunfo do Santa sobre o Central.

Hoje?

Tudo voltou ao normal.

Carcará é urubu pra cobra coral.

João Paulo deixou de ser Papa.

Betinho travessão deixou de ser irmão do Henfil.

Ricardão?

Virou Ricardinho.

E hoje também foi um dia estranho.

Coisas do futebol.

Parado num engarrafamento gigantesco na BR 232.

Ouvi o excelente Mestre André Luís Cabral - de quem sou fã - tecendo loas ao técnico Ricardinho.

Segundo Mestre André, o melhor técnico em Pernambuco nesse começo de temporada.

Pois Ricardinho soubera mexer no elenco tricolor.

Mas fazendo as contas.

O Santa perdeu três dos seus quatro jogos.

E voltou pra lanterna do estadual.

Portanto... futebol tem tanto encanto.

Que engana até o raciocínio sempre correto do Mestre André Cabral.


Um comentário:

  1. Muito bem observado, Roberto. Apenas, em relação ao João Paulo, mantenho a minha avaliação. É um bom jogador e o considerei o melhor do Santa Cruz na partida. Sua expulsão vai ser um sério desfalque para o clássico. Betinho também esteve bem. Apenas deu azar em suas finalizações feitas todas as três em condições bem difíceis. E por falar no clássico, pelo retrospecto das atuações é jogo sem favoritos. Tudo pode acontecer.

    ResponderExcluir

Comentários