17 de dez de 2015




O Náutico anunciou, em seu site, Nota Oficial sobre a negociação com o Cruzeiro dos 30% que restam dos direitos econômicos do meia Marcus Vinícius.
A impressão que ficou é que foi uma negociação muito ruim para o Clube, já que o atleta acaba de renovar o contrato com o Cruzeiro, cuja multa rescisória passou a ser de 20 milhões de reais. Com base nesse cálculo, os 30% que o Náutico ainda possuía deveria corresponder a 6 milhões de reais, mais admito que 3 milhões seria um valor mais compatível com a nossa realidade financeira.
O novo Estatuto, aprovado no dia 25/11, estando, portanto, em plena vigência, estabelece, em seu artigo 60, que “a Diretoria Executiva não pode comprar, vender ou emprestar direito federativo ou econômico de qualquer atleta profissional nos últimos três meses do término do seu mandato sem prévia autorização do Conselho Deliberativo, mediante parecer do Conselho Fiscal, sendo ineficaz o ato em contrário”.  
Ontem, 15/12, o Clube publicou em seu site uma Nota Oficial em que comunica que no dia 16 de novembro concretizou a venda dos 30% restantes dos direitos econômicos do jogador ao Cruzeiro por um milhão de reais. A “transparência” chegou com muito atraso.
Por que demoraram um mês para comunicar ao associado a concretização da negociação?
Juridicamente, a Diretoria Executiva está protegida. Eticamente, não. Mesmo que a negociação tivesse sido concretizada em 16/11, uma minuta anterior do novo Estatuto já tinha sido encaminhada à Assembleia Geral em outubro passado, portanto, muito antes da suposta data da venda. Essa cláusula não sofreu modificação em relação ao Estatuto aprovado.

Ressalte-se que o presidente eleito, Marcos Freitas, foi membro da Comissão - da qual também fiz parte, com muito orgulho - que elaborou o novo Estatuto que, como todos sabem, é extremamente rigoroso com o gestor. Se fosse uma pessoa mal intencionada teria defendido um Estatuto mais frouxo ou não teria topado ser candidato. Isso tranquiliza o associado que sabe que, no comando da nau alvirrubra estará, no próximo biênio, uma pessoa séria e que sabe respeitar o Estatuto do Clube.


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários