25 de dez de 2015




Em 1882, o Sítio da Tamarineira começava a lotear suas terras, segundo o historiador Carlos Bezerra Cavalcanti no livro O RECIFE E SEUS BAIRROS, obra fundamental para conhecermos melhor nossa aldeia. Segundo o historiador, o Hospital dos Alienados teria sido inaugurado nestas terras no dia 10 de janeiro de 1887.
Porém, existe um engano nestas informações.
A obra do Hospital da Tamarineira teve início em 1874, pelas mãos do Desembargador Henrique Pereira de Lucena, então presidente da província de Pernambuco - naquele tempo governador era presidente.
Durante nove anos se trabalhou no local, até que no dia 1º de janeiro de 1883 a comissão encarregada do translado dos alienados da Santa Casa de Misericórdia de Olinda dava por concluída a tarefa.
Os pacientes considerados calmos haviam chegado na Tamarineira na véspera vindos em trem especial oferecido pelo Dr. Antonio Pereira Simões. Os pacientes considerados perigosos ficaram em Olinda.
Quatro bandas de música acompanharam o trajeto de Olinda até a Estação do Carmo e da Encruzilhada de Belém até o Hospital da Tamarineira.
Como se pode deduzir da notícia, o nome do hospital já nasceu como batizado como Tamarineira.
Nos dias de hoje, quando a psiquiatria luta por uma sociedade sem manicômios, é interessante notar que os pacientes do Hospital da tamarineira foram se multiplicando. A sociedade da época se preocupava com os enfermos, mas com o passar dos anos as instituições psiquiátricas caminharam para ser apenas um depositário de pessoas inconvenientes para a sociedade.
Curiosamente, um fato demonstra a importância do evento. Lá estavam presentes o presidente da província, os comandantes militares, a sociedade recifense, sendo rezada uma 'missa em intenção dos loucos'.
Missa que foi bastante apreciada por vários dos pacientes da nova instituição...


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários