2 de mar de 2015





O Íbis tem história, muita.

1950.

Durval; Pessoa e Caiçara;

Galego, Rubinho e Duca;

China, Raimundo, Valter, Veneno e Tovar.

Caiçara novinho e de cabelo pré-roqueiro dos anos 50.

Valter cobrando pênaltis como ninguém.

Pois o glorioso Íbis nem pestanejou.

Passou por Sport, América e Santa Cruz.

E levou pra casa o troféu do Torneio Início do ano da Copa.

Brinquem!

Detalhe importante!

O Íbis era treinado por meu ex-professor de Cirurgia Vascular.

Além de professor de inglês, médico do Sport, árbitro e gentleman Laudenor Pereira.


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários